Blog

Categorias

Blog

Categorias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

CX para consumidores acima de 60 anos

Se ao pensar em uma pessoa com 60 anos ou mais vem a sua cabeça uma avózinha tricotando ou um senhorzinho de pijamas assistindo televisão, está na hora de rever seus conceitos. Já foi o tempo em que pessoas nessa faixa etária se encaixavam nesses estereótipos. Atualmente, muitas ainda estão no mercado de trabalho, são ativas, consomem e são formadoras de opinião.

Cada vez mais preocupados com a saúde, o bem-estar e com um poder de compra ainda maior devido ao orçamento menos comprometido, o consumidor maduro possui tempo para aproveitar a vida, se mostrando um comprador em potencial e trazendo grandes oportunidades para as empresas.

Cientes dessa nova realidade sobre os consumidores acima de 60 anos, as corporações estão investindo cada vez mais em pesquisas para ampliar o conhecimento sobre este público. No Brasil, há 30 milhões de pessoas com mais de 60 anos, o equivalente a 15% do total, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Juntos, estes Clientes são responsáveis por uma renda mensal que soma R$ 7,5 bilhões. Devido a isso, é imprescindível que as empresas e marcas satisfaçam as necessidades desse público, atendendo suas demandas e garantindo a fidelidade. 

Onde tem dinheiro, tem oportunidade de negócios, e o poder de compra dos “novos idosos” está aumentando cada vez mais. Então, acompanhe esse blog post e entenda melhor como os consumidores maduros precisam de uma atenção maior das empresas.

Economia prateada: mais ativos e saudáveis, consumidores 60+ compõem um grupo em plena expansão

Os consumidores acima de 60 anos fazem parte de um grupo que soma mais de 30 milhões de pessoas no Brasil e é caracterizado pelo poder de consumo e fidelidade, mas que ainda recebem pouca atenção das empresas. Mais ativos e saudáveis do que nunca, os Baby Boomers (nascidos entre os anos de 1945 e 1964) compõem uma rede de consumidores em plena expansão: a economia prateada.

Composto por pessoas com um poder aquisitivo mais elevado e, em sua maioria, com uma vida mais organizada, esse grupo tem mais disponibilidade de tempo e orientação a gastos que estão associados à qualidade de vida. São consumidores leais às marcas.

Mas, apesar de reunirem características ambicionadas pelas empresas, como fidelidade e poder de compra, são um público pouco explorado e valorizado, seja por preconceito ou puro desconhecimento das potencialidades deste nicho.

Grande potencial dos consumidores maduros

Não é preciso ter muito conhecimento de mercado ou fazer grandes pesquisas para reconhecer o potencial que os consumidores maduros representam para as empresas. Afinal, a população está envelhecendo e a expectativa de vida aumentando cada vez mais. E se as marcas querem continuar ganhando espaço no mercado, além da preferência e fidelidade dos Clientes, é preciso investir cada vez mais.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente, há 30 milhões de pessoas (15%) com 60+, e a previsão é de que passem a ser 40 milhões em 2030 (18% da população), colocando o Brasil no 5º lugar do ranking com maior quantidade de idosos.

É necessário que as empresas fiquem atentas às transformações no comportamento dos consumidores desta faixa etária. As pessoas com mais de 60 anos estão utilizando cada vez mais aparelhos tecnológicos para pesquisar produtos e serviços, interagir com marcas, trocar experiências com outros consumidores e consumir.

Um estudo realizado pela Hype60+ e Pipe.Social estima que o grupo de consumidores sêniors terá maior poder de compra, estimado em 15 trilhões de dólares. Ainda de acordo com a pesquisa, 63% das pessoas com mais de 60 anos são provedoras da família. Além disso, no Brasil, o consumidor maduro movimenta cerca de R$1,6 trilhão por ano.

De acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), as pessoas com mais de 65 anos correspondem a 17% dos 5% mais ricos do país e a apenas 4% dos 40% mais pobres.

Consumidores acima de 60 anos ainda são ignorados pelas empresas

A população madura tem novos hábitos e atitudes, completamente diferentes do que se falava da terceira idade. São pessoas mais ativas, otimistas em relação ao futuro, funcionais e, principalmente, independentes. E o mercado está diante de grandes oportunidades e desafios para satisfazer esse público. Os setores mais explorados, como o financeiro, de saúde e turismo, continuam em alta neste segmento. Entretanto, ainda existem categorias que não atendem as necessidades desse nicho. É o caso do mercado de entretenimento, por exemplo, pensado principalmente para os jovens.

Apesar de representarem uma fatia importante do mercado de consumo, o público sênior segue ignorado por grande parte das empresas. É o que mostra o estudo da Hype60+ e Pipe.Social, que aponta que 63% das empresas direcionam suas ações e estratégias para os millennials (nascidos entre 1981 e 1996). Com isso, o público maduro acaba consumindo produtos que não são, necessariamente, desenvolvidos e direcionados especificamente para suas necessidades, o que resolve apenas parcialmente seus problemas.

A relação entre o público maduro e o potencial de consumo precisa ser repensada pelas empresas, pois esses consumidores prezam pela qualidade.

Como explorar o potencial dos consumidores 60+?

Se você ainda não se convenceu do potencial dessa faixa etária, saiba que a economia prateada é considerada a terceira maior atividade econômica do mundo. E, apesar dos consumidores com mais de 60 anos movimentarem a economia, ainda existem poucos produtos e serviços desenvolvidos e pensados na perspectiva dessas pessoas. E essa carência não se resume apenas à oferta de produtos, valendo o mesmo para o atendimento e relacionamento, razão pela qual é preciso que as marcas tenham empatia.

Os consumidores maduros ainda são uma novidade para o mercado, mesmo com grandes oportunidades. Porém, basta apenas as empresas entenderem as novas necessidades desse nicho. E esse potencial pode ser atingido com a simples representatividade em uma propaganda, com pessoas reais e sem estereótipos, no atendimento bem feito, entre outras ações aparentemente simples, mas capazes de criar um diferencial e colocar uma empresa um passo à frente da concorrência.

Segundo estudo sobre os Baby Boomers, feito pela U.S. News & World Report, o público maduro é digital, sendo que 72% dos chamados novos idosos já realizaram ao menos uma compra online e 83% já pesquisaram um produto na internet antes de realizar uma compra offline.

A NEO é expert em Customer Experience

Oferecer a melhor experiência ao consumidor é um objetivo importante, independentemente da faixa etária, ainda mais para um grupo tão importante quanto os consumidores com mais de 60 anos. Por isso, as empresas precisam prestar mais atenção nesse nicho e desenvolver produtos, serviços e processos direcionados aos Clientes maduros.

As empresas perdem grandes oportunidades se simplesmente incluem o público 60+ como uma fatia a mais na quantidade do seu público-alvo. Esse consumidor deve ser uma persona em suas estratégias de negócio. Vale, portanto, apostar na experiência do Cliente e contar com uma consultoria em design de atendimento para esses casos. Afinal, é nítida a importância de desenhar a forma correta de atendimento a cada público em específico.

E, para ajudar as empresas a garantir uma melhor experiência aos Clientes, maximizar a automação dos processos, entender seu consumidor e entregar uma prática de relacionamento ainda mais completa, a NEO, empresa expert em customer experience, que entende a jornada do Cliente e gera experiências intuitivas por meio de soluções e tecnologia customizadas nas mais variadas áreas de atuação, conta com soluções personalizadas para cada necessidade, público e faixa etária.Além de facilitar a vida das empresas, colaboradores e fornecedores, elas integram todos os canais, aumentando a segurança, otimizando a Experiência do Cliente (CX) e ajudando as companhias a entender melhor seu consumidor. Essas soluções englobam as áreas de automação de processos, monitoramento de performance, jornada omnichannel, robot as a service e padronização de fluxos. Entre em contato com a NEO e conheça a melhor solução para sua empresa.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin