Blog

Categorias

Blog

Categorias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nova economia: o que é e como adaptar sua empresa a ela?

Você já ouviu falar sobre a nova economia? O termo representa as novas abordagens de mercado em relação a muitos pontos que serviam como base para as empresas até o final do século 20, como os consumidores passivos ou a centralização do mercado.
A partir das inovações promovidas pela tecnologia e o foco na experiência do Cliente, entre outros pilares, uma nova perspectiva vem guiando as empresas modernas. É neste cenário que a nova economia aparece. Continue acompanhando este artigo e entenda tudo sobre este conceito.

O que é nova economia?

Nova economia é um conceito que foi usado e registrado pela primeira vez em 1983 ao ser veiculado na revista americana Time. A expressão propõe uma lógica diferente no mercado, que deixa de se concentrar apenas nos produtos e começa também a priorizar os serviços. 

Ou seja, agora, uma marca consolidada possui a cultura centrada nas pessoas, aliada à tecnologia e à transformação digital.

Apesar de estar vivendo essa era desde o final dos anos 1990, hoje, alguns conceitos disruptivos que fazem parte da nova economia estão em alta. Os modelos de negócio procuram a flexibilidade ao personalizar suas soluções, conforme as preferências de seus Clientes, ou seja, focando na experiência do usuário.

Outro conceito em alta é o da Indústria 4.0, ou seja, a implantação da automação de máquinas, cada vez mais desenvolvidas com a inteligência artificial, com o objetivo de elevar o nível de eficiência dos produtos e serviços, possibilitando até mesmo a customização a partir de um baixo investimento.

Nesse cenário, os colaboradores se dedicam à promoção do bem-estar e encantamento do Cliente, ao invés de realizar tarefas monótonas, operacionais e repetitivas. Os robôs cuidam de tudo isso. 

Além disso, as empresas passam a ter acesso a grandes quantidades de dados, aprofundando o conhecimento sobre seu público, identificando suas necessidades e desejos e tomando as melhores decisões estratégicas para oferecer o melhor a eles.

Outro aspecto importante da nova economia é o desenvolvimento sustentável, que se baseia na evolução econômica em harmonia com avanços sociais e a preservação ambiental.

7 princípios da nova economia

Entendendo o conceito de om

Separamos 7 princípios para você entender melhor o que é a nova economia. Confira:

É importante ter um propósito

O lucro já não é o único indicador do sucesso de uma empresa. Para isso, é preciso entender o propósito que motive o desenvolvimento de um negócio, por exemplo. Uma causa para que exista e, consequentemente, traga resultados.

Cliente em primeiro lugar

Na nova economia, uma empresa de sucesso conhece bem o seu Cliente e cria soluções para ele. Muitas vezes, os consumidores não sabem o que querem, mas a organização entende a dor que eles sentem, encantando-os.

Proatividade

Na velha economia, o mercado funcionava a partir da percepção de uma necessidade que era, então, atendida. Na nova economia, isso continua existindo, mas, além disso, a empresa procura criar novas demandas, a partir do entendimento pleno do Cliente. Um exemplo disso é o smartphone. Na época, ninguém precisava responder e-mails ou acessar as redes sociais pelo celular, mas a proatividade levou a criações inteligentes.

Falhas e flexibilidade

A flexibilidade é um ponto bastante presente, considerando as transformações digitais em alta velocidade no mercado. Isso permite adaptações rápidas para que as empresas aproveitem oportunidades e melhorias em seus processos internos. Isso também considera a possibilidade de falhas, que são comuns quando há inovações. Caso haja algum erro, verifique o que não saiu conforme o esperado, faça os ajustes e prossiga.

A incerteza é algo comum

Na nova economia, existe a ideia de que uma solução nunca está 100% perfeita, pois sempre haverá alguma melhoria a ser aplicada. Sendo assim, o cenário de incertezas é comum e visto de maneira positiva. Para as companhias de diferentes setores e portes, é preciso monitorar os seus consumidores constantemente, a fim de entender e acompanhar as suas preferências atuais.

Oportunidade na crise

É em meio às crises que insights e oportunidades não explorados podem surgir. Podemos usar o exemplo da pandemia e as medidas de isolamento social, quando muitas empresas passaram a entender a importância de investir em sua transformação digital para se manter firmes no mercado.

Inovação contínua

Para se manter competitivas no mercado, as empresas precisam se reinventar regularmente. Isso porque a tecnologia se desenvolve de maneira muito rápida e as transformações acabam sendo frequentes. Lembrando que inovar nem sempre significa inventar uma solução do zero, mas também a aplicação e implantação de melhorias em serviços já existentes.

Tendências da nova economia

Existem três pontos importantes que favorecem as mudanças e regem as tendências da nova economia: o conhecimento, o comportamento do usuário e a tecnologia.

O conhecimento faz com que as empresas possam tomar as melhores decisões em suas estratégias. Tudo é embasado a partir de informações vindas de fontes confiáveis. Não é à toa quando dizem que os dados são o novo petróleo da atualidade.

O comportamento do usuário é algo crucial, pois, na ótica da nova economia, ele é o centro de tudo. Ele tem o poder de decidir ou não por consumir de uma empresa e, se não ficar satisfeito, pode simplesmente trocar de fornecedor.

Por fim, mas não menos importante, temos a tecnologia, com seu uso ampliado a partir das possibilidades da Indústria 4.0. Análise de dados, Internet das Coisas (IoT), inteligência artificial são alguns dos pilares que trazem avanços para empresas e enriquecem as soluções que temos no mercado.

Todo esse progresso aumenta o leque de opções para o consumidor, que pode optar pela mais adequada, de acordo com os seus interesses e orçamento. Neste contexto, a NEO é especialista em transformação digital e pode ajudar a sua empresa a percorrer o caminho das tendências da nova economia. Entre em contato e aumente a performance de sua operação!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin