Blog

Categorias

Blog

Categorias

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Tendências para a Black Friday

A Black Friday é uma data especial para o comércio. Conhecida pelas queimas de estoque, a data nasceu nos Estados Unidos – hoje acontece no mundo todo – e é celebrada na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças, onde são realizados descontos, promoções e preços mais baixos que os praticados no restante do ano. E, a cada temporada, cresce o número de pessoas que aguardam a Black Friday para aproveitar as condições especiais de pagamento. Mas, neste ano, a data ganhou uma importância ainda maior.

Com a pandemia e a quarentena imposta pela Covid-19, o comércio teve que ser fechado por um longo período, o que ocasionou a mudança dos hábitos de consumo da população. Com o isolamento social e lojas físicas impedidas de receber o público, as vendas online cresceram e muitos se voltaram para o e-commerce, incluindo aqueles que não tinham o hábito de realizar compras online. Porém, com o avanço da vacinação, o comércio volta a abrir as portas e os consumidores retornam, aos poucos, às compras físicas.

A data de realização da Black Friday é sempre na última sexta-feira do mês de novembro e, no Brasil, a primeira edição aconteceu em 2010, com diversas promoções online. Desde então, a data é um marco para os e-commerces brasileiros. 

Acompanhe este blog post e entenda melhor quais serão as tendências para a Black Friday em 2021, como a pandemia e o avanço da vacinação estão mudando esse cenário e o que esperar para este ano.

A pandemia mudou o cenário e o varejo precisou se adaptar

Com a pandemia da Covid-19, muitos hábitos de consumo dos brasileiros mudaram, modificando completamente o cenário do varejo, que precisou se adaptar à nova realidade. Pois, com o acesso às lojas físicas restrito, muitos consumidores migraram para o e-commerce, incluindo aqueles que não tinham o hábito de realizar compras online, gerando, assim, o crescimento e o impulsionamento do e-commerce e das transações digitais. E, por mais que a normalidade esteja voltando, graças ao avanço da vacinação, os costumes não serão mais como antes.

Segundo uma pesquisa realizada pela plataforma de opinião de consumidores do Brasil, a  Ebit Nielsen, ainda em 2021 é esperado um crescimento de 26% em relação ao ano anterior nas vendas de e-commerce e o setor deve movimentar R$110 bilhões de reais neste ano.

Ao longo da crise sanitária, embora diversos setores da economia tenham apresentado recuo, as vendas na Black Friday de 2020, por exemplo, superaram as expectativas. De acordo com o relatório da empresa de inteligência de mercado focada em e-commerce, Neotrust, houve um aumento na comparação com 2019 em diversos parâmetros, como faturamento total (31%); quantidade de pedidos (24,7%) e ticket médio das compras (5,1%). Os e-commerces, mesmo em meio à pandemia, faturaram mais de 7,5 bilhões, superando o mesmo período de 2019 em quase 28%.

Black Friday: 99% dos internautas já ouviram falar e 70% já compraram

A cada ano, cresce o número de pessoas que aguardam a Black Friday para aproveitar os descontos e condições especiais de pagamento. Segundo dados da Serasa Experian, 99% dos internautas já ouviram falar da Black Friday e 70% já compraram produtos durante o período de promoções. Com a mudança de comportamento do consumidor, que está muito mais conectado, é esperado um crescimento médio de 50% nas intenções de compra.

Segundo uma série de pesquisas realizadas pelo Twitter  ao longo dos últimos meses, dois em cada três brasileiros afirmam ter um interesse igual ou maior na Black Friday deste ano do que em relação ao ano passado. Ainda de acordo com a plataforma, o Brasil é o segundo país com mais menções à data, atrás apenas dos Estados Unidos.

O que esperar da Black Friday em 2021?

Com o distanciamento social e a adesão ao home office, as pessoas passaram a ficar mais tempo em casa, o que mudou as prioridades de compra, substituindo os eletrônicos, celulares e eletrodomésticos, por artigos de saúde, construção, decoração e entretenimento.

Ainda de acordo com a pesquisa realizada pelo Twitter, o comportamento do consumidor durante a Black Friday deste ano será marcado pelo consumo consciente, pela priorização de marcas culturalmente relevantes e o retorno das compras de ticket médio elevado.

Outro ponto a ser considerado durante a Black Friday é que o consumidor está desconfiado e atento, pesquisando antes de comprar. E, mesmo que a data esteja ainda mais digital, essa consciência vai prevalecer também para o offline. 

Tendências da Black Friday para 2021

Diferentemente do ano passado, com as incertezas que ainda existiam devido à Covid-19, as tendências para a Black Friday 2021 no Brasil indicam um possível sucesso para os comércios, pois, assim como nos Estados Unidos, onde a promoção já é uma tradição e representa grandes vendas, no Brasil a data vem ganhando cada vez mais relevância.

Segundo o E+B Educação (Educa Mais Brasil), o primeiro ano da promoção no país gerou cerca de R$3 milhões em vendas, fazendo com que os índices superassem as expectativas. E esse crescimento não apresenta indícios de recuo, sendo que a tendência para os próximos anos é de aumento nas vendas digitais. 

Com o avanço da vacinação e a volta à normalidade, espera-se uma maior participação dos consumidores, em especial pelo fenômeno de “revenge shopping”, onde, com o pós-pandemia e a volta às ruas, as pessoas buscam recuperar o tempo perdido dentro de casa. 

Se mesmo em 2020, com um período conflituoso na economia, as vendas da Black Friday cresceram em relação a 2019, a perspectiva para esse ano é otimista. Segundo dados do E-commerce Brasil, os setores de maior interesse do consumidor para 2021 são: roupas, acessórios, eletrônicos, computadores, viagens, calçados e smartphones. Com a retomada financeira, é esperado que em 2021 a Black Friday também alcance novos recordes. 

As principais tendências entre os mercados que adotarão a promoção são: 

  • Aquecer para a Black Friday promovendo miniações. Dessa forma, cria-se expectativa e familiaridade dos consumidores com a compra;
  • Diversidade nos meios de pagamentos, além das opções de crédito e boletos, novos meios de pagamento como PIX, PicPay, Ame, QR Code, entre outros meios digitais facilitados;
  • Planejar lives que divulguem as promoções, além de promover um aumento nas vendas também oportuniza espaço e popularidade no mercado; 
  • Promover boas experiências ao Cliente, desde a venda até o pós-venda, passando por toda a experiência de compra;
  • Promover um atendimento omnichannel, diversificando o contato com o consumidor. 

Com a recuperação econômica e grandes perspectivas, a Black Friday 2021 traz uma grande oportunidade de crescimento para o e-commerce. E, para sobressair, é fundamental adotar tendências e estratégias bem antes da promoção. Vale conferir as integrações e ferramentas desenvolvidas para o e-commerce e garantir a fidelização dos novos Clientes.

A NEO é expert em Customer Experience

Oferecer a melhor experiência ao consumidor é um objetivo importante em qualquer canal de venda, ainda mais em uma época tão importante quanto a Black Friday. Por isso, as empresas precisam contar com a integração do mundo físico e digital através do phygital, que possibilita essas experiências marcadas pela conectividade e interação.

Com as constantes mudanças no comportamento do consumidor e com as tecnologias disponíveis, é inadmissível uma empresa forçar seu Cliente a fazer algo, obrigatoriamente, em apenas um canal específico. É preciso disponibilizar atendimento em todos os canais.

E, para ajudar as empresas a garantir uma melhor experiência aos Clientes, maximizar a automação dos processos, entender seu consumidor e entregar uma prática de relacionamento ainda mais completa, a NEO, empresa expert em customer experience, que entende a jornada do Cliente e gera experiências intuitivas por meio de soluções e tecnologia customizadas nas mais variadas áreas de atuação, conta com as novas soluções:  GetDoc, hy-RPA, Hoo, iGree e NEX. 

Além de facilitar a vida das empresas, colaboradores e fornecedores, elas integram todos os canais, aumentando a segurança, otimizando a Experiência do Cliente (CX) e ajudando as companhias a entender melhor seu consumidor. Essas soluções englobam as áreas de automação de processos, monitoramento de performance, jornada omnichannel, robot as a service e padronização de fluxos. 

Entre em contato com a NEO e conheça a melhor solução para ajudar você a alavancar ainda mais as vendas nesta Black Friday.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin